domingo, 5 de abril de 2015

O passado à porta (Zachary)

- Oi. - ela sorriu com as mãos de sempre enfiadas nos bolsos do jeans, com os cabelos ruivos naturais de sempre livres sobre os ombros, com os seios de sempre espremidos entre os bojos apertados do sutiã, com o olhar de sempre me fitando em desafio. Era a mesma, apenas com alguns retoques feitos pelo tempo.
- Vai ficar parado aí me olhando?
Era o meu passado à porta, como se eu acordasse em algum dia de quinze anos atrás.
Pensei em abaixar-me para recolher os vidros, mas não tinha ação muscular, todo o meu corpo permanecia enrijecido e catatônico.
- Como me encontrou?
- Se eu estivesse procurando um soldadinho qualquer, a não ser que ele se chamasse Efron... _ ironizou o nome por causa do filme “O resgate do soldado Efron”. - ... eu provavelmente não acharia. Agora, como se trata de um capitão, tudo muda de figura. Basta acionar as fontes certas.
- E para que você quer me ver? - meu cérebro voltou a sua velocidade normal de cognição.
- Você sabe.
- ... - suspirei fundo.
- Não vai me convidar para entrar?
Eu olhei para dentro e abri mais a porta. Ela passou por mim e se pôs ao lado do sofá. Deslizou sua mão sobre o estofado sentindo sua maciez, enquanto os olhos fotografavam mentalmente todo o ambiente.
- Bonita sua casa e arrumada. - elogiou.
- É. - fechei a porta.
- Não era assim quando estávamos juntos. Você era um bagunceiro.
- As pessoas mudam. - disse-lhe.
- E você deve ter mudado bastante mesmo, pelo visto... - virou-se para mim.
- Eu fui tão ruim assim para você?
- Não. Na verdade, Zachary, você foi o que não precisava.
- ... - cruzei os braços.
- Você era só um garoto bobo, todo complexado, que não tinha a menor capacidade de seguir o ritmo de uma mulher madura.
Era igual, a mesma sapateadora de sentimentos.
- E para quê, então, precisa de mim? - repeti a pergunta.
- Não mudou a aparência, continua em forma. - chegou bem perto e me olhou inteiro. - Como da última vez, lembra? - acariciou o meu braço.
- Não me toque... - afastei-me dela. - Aquilo não deveria ter acontecido.
- Mas você quis.
- Eu quis porque não sabia. - expliquei.
- E, se soubesse, teria feito o mesmo, movido pelas suas paixões sujas.
- Eu mudei! - gritei.
- Não foi o que me pareceu, quando nós...
- Aquilo é passado, totalmente passado!
- Não foi o que senti quando você estava dentro de mim.
- Michelle, eu não te amo, ok? Acabou, final, ponto, fim! Quando eu te reencontrei, confesso que tinha dúvidas ainda, queria saber como seria se...
- ... Me sentisse em seus braços outra vez?
- É, é isso mesmo! Só que, quando descobri que você estava casada, eu me senti traído, usado!
- Ó, que sentimental você se tornou, Zachary. - ironizou.
- Michelle, eu não posso amar alguém que não tem o menor escrúpulo. Ele era um cara muito legal, nos conhecíamos, como pôde não ter me dito?!
- Ele nunca soube!
- Ele nunca soube que era eu, mas desconfiava de alguém e eu sabia que era eu, percebe? Consegue ver o quanto você me fez mal? Tive que carregar essa culpa!
_ Tudo isso só por causa de uma noite?
_Como vê, para você foi “só uma noite” e, para mim, foi uma terrível sensação de ter cometido uma grande burrada.
Não adiantava eu continuar gritando minha raiva, falando meus ressentimentos para Michelle a todos pulmões. Ela não prestava atenção e nem se interessava.
Comecei a sentir-me mal. Os flashes na minha cabeça passavam em uma velocidade dolorosa.
Eu podia ver seu sorriso ao me encontrar na rodoviária e eu, vestido de cadete. Depois, nós dois dividindo a notícia da gravidez. Minhas noites de insônia, perambulando feito um alucinado. A verdade sobre seu aborto e a traição. O vidro de remédios ao lado da cama.
Os delírios e a escuridão. Minha mãe chorando ao me ver no leito do hospital. Os anos sozinho, carregando o fardo de terríveis lembranças. Tempos de quase promiscuidade para não permitir que o coração amasse de novo. O reencontro com Michelle e nossa noite efusiva.
A revelação vinda de sua boca de que estava casada, entre um trago e outro do cigarro entre os dedos. O seu marido, que eu conhecia, desconfiado. Meu arrependimento profundo. A morte total de tudo que ainda restara de afeto. Um grande amor se virara em repulsa!
Agora, ela estava ali querendo mais o quê de mim? Michelle já tinha tentado me destruir inúmeras vezes e quase conseguira! Por aquela mulher eu, por pouco, não perdi a lucidez.
Queria apenas distância! Mas parece que a vida não me poupa destes desagradáveis choques de caminhos. Eu fugia, mas logo ela me aparecia com uma surpresa ruim. Sim, porque vê-la não era bom, me fazia sentir que eu era um homem ruim.
- Michelle, eu não acho que tenha vindo aqui à toa, então, diga o que você quer!
- Eu quero meus direitos.
- Que direitos?
Ela aproximou-se dos porta-retratos com fotos minhas e de Vanessa.
- Não toque nisto!
- Soube que você vai casar, Zachary. - falou-me com uma voz que me deu medo.
- Seus informantes são bons mesmo.
- E ela já sabe o quanto canalha e galinha você era?
- Larga isso... - tentei pegar o porta-retrato, mas ela foi mais rápida.
- Eu não vou deixar você casar com ela.
- E quem é vo-cê... - gritei agora furioso. -... para mandar no meu destino e na mulher que amo de verdade?
Michelle aproximou o seu rosto do meu. E foi com olhos faiscantes e voz estridente que gritou:
- Eu... - apontou para si e depois para a foto. -... sou a MÃE dela! E... vo-cê... - bateu com a ponta do indicador no meu peito. - ... Sabe disso!
- Amor, cheguei! - ouvimos a voz de Vanessa da cozinha.
Olhamos os dois para o corredor.
_________________________________
Volteeiii meninas!!!
OI!? A mulher que fez o Zac sofrer é mãe da Vanessa!?
É isso mesmo produção!?
Para tudo e chama a NASA!! Caramba!!! Imagina o que vai acontecer
agora que a Vanessa chegou??? Ai caraca isso não vai presta!! Nem um
pouquinho!!
Comentem ai!!!
Beijos e ate qlqr hora...

2 comentários:

  1. PQP COMO ASSIM É A MÃE DA VANESSA?????
    meu Deus,agora sim estou passada
    a Vanessa vai pirar,e pior, vai se sentir traída mais uma vez
    aiii,nem quero pensar no que vai acontecer
    só espero que ela continue com o Zac
    posta mais e logo,kisses

    ResponderExcluir
  2. ai mds o que isso ,meu coração ta quase saindo pela boca ,mds o zac sabia?tadinha da nessa ,posta logo pelo amooooorr

    ResponderExcluir